segunda-feira, 7 de agosto de 2017

O Golpe do Parlamentarismo

Paulo de Carvalho
O Golpe final está sendo gestado para 2018. PMDB, PSDB, imprensa e judiciário tramam o Parlamentarismo à revelia do povo. Já foi feito um plebiscito há alguns anos e a sociedade rejeitou o Parlamentarismo. Em países sólidos, funciona, no Brasil de políticos bandidos, nem o Presidencialismo é seguro para quem ganha as eleições.
O plano da Direita é tentar prender Lula. Não conseguindo, ele se torna Presidente mais uma vez. E isso as organizações Globo e a organização PSDB não suporta mais. Serão outros 16 anos com eles longe dos cofres públicos.
Então, se iMoro e seu desembargador amigo não conseguirem prender Lula, Temer e o Sindicado dos Ladrões colocarão em votação proposta de Serra, de emplacar o Parlamentarismo sem ouvir o povo. De qualquer forma, os marginais no Congresso não ouvem mais os eleitores e esses não levantam o traseiro da poltrona diante da TV.
Assim, em 2018 Lula pode até ser eleito Presidente, mas o Sindicato dos Ladrões, junto com a imprensa marrom liderada pela Globo, dará o Golpe final. E colocarão como Primeiro Ministro, quem de fato mandará no país, alguém sem voto popular, do PSDB ou do PMDB.
Nenhuma nação se tornou grande sem passar pelo fogo e ferro. O Brasil só deixará de ser senzala quando seu povo for à guerra interna, algo para valer, destruir todas as bases podres vindas da Colônia, Escravatura e Nazismo e reconstruir em alicerces modernos, de igualdade e socialismo real, como muitos países o fazem atualmente, sobretudo na Europa.⁠⁠⁠⁠

Nenhum comentário: