quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Gilmar de Lama: delação monstruosa

Gilmar falou com Toffoli sobre a delação "monstruosa"?

Governador se inscreve numa monstruosidade só comparável à da Lava Jato

"Que absurdo!" "Um abraço de solidariedade!", disse o Ministro! (Reprodução: Época)

Segundo o Ministro Fux, é "monstruoso" o acordo de colaboração do ex-governador de Mato Grosso Silval Barbosa (PMDB!!!! - MT), no âmbito da Operação Sodoma.

"Essa é monstruosa. Depois da Lava Jato, é a maior operação", disse Fux, segundo o PiG cheiroso.

Barbosa tomou R$ 30 milhões da JBS em troca de conceder crédito de ICMS.

E falsificou documento para estender o "benefício" a todos os frigoríficos do grupo do Joesley.

Joesley confessa: "a cada ano pagamos ao redor de R$ 10 milhões de propina para ter esse crédito".

Pagou também em dinheiro vivo, vivíssimo, através de notas fiscais frias!

Um colosso!

Barbosa assumiu quando Blairo Maggi, também identificado na Odebrecht, tirou licença para ser senador.

A família do Ministro Gilmar Mendes fornece carne para o Joesley.

O Ministro Gilmar Mendes foi capturado num telefonema com o gângster do Mineirinho, em que se comprometeu, disciplinadamente, a telefonar para o "Flexa" e pressionar o Senado da República a aprovar benefício ao Presidente - de fato e de direito - do PSDB.

Antes, o Ministro Gilmar Mendes tinha denunciado um grampo sem áudio: uma jabuticaba brasileira.

Grampo SEM áudio!

Um colosso!

Grampo sem áudio que ajudou a tirar o ínclito banqueiro Daniel Dantas da cadeia e mandar o doutor Paulo Lacerda, que dirigia a ABIN, para a quinta dos infernos, em Portugal.

O Ministro Gilmar Mendes também foi capturado - ele deve ter um problema com essa maldita invenção do Graham Bell, o telefone! - num telefonema republicano com o ladrão do governador Barbosa, em que se compromete "a conversar com o Toffoli" - deve ser o Ministro Toffoli do STF -, para corrigir aquilo que chama de "loucura", "que absurdo".

Depois de clamar "meu Deus do céu!", o Ministro Gilmar hipoteca "solidariedade".

Em tempo: leia aqui a propósito do pedido de impeachment do Ministro Gilmar Mendes que o Procurador Claudio Fonteles encaminhou ao STF.

PHA

Nenhum comentário: